Que É O “esquecimento Catastrófico”, Perdição Da Inteligência Artificial

Que É O “esquecimento Catastrófico”, Perdição Da Inteligência Artificial
Que É O “esquecimento Catastrófico”, Perdição Da Inteligência Artificial

�Pode vir a inteligência artificial, a sonhar como um humano? Na posição de Ramón López de Mántaras, pesquisador do CSIC e um dos grandes especialistas mundiais por esse campo, não. “Podemos fez para fazer alguma coisa surpreendentemente prazeroso, todavia se esse mesmo sistema é treinado pra qualquer outra coisa, esquece-se da primeira”, explica. Surgem murmúrios entre o público, direito no momento em que fala que o “calcanhar de aquiles” da IA que tem nome e é um dificuldade muito conhecido pela localidade.

É o chamado “esquecimento catastrófico”, e López de Mántaras considerado o limite máximo desta tecnologia, que diversos temem. “Eu sempre digo que a ‘inteligência’ teria que colocá-lo entre aspas, já que poderá ser um termo muito perturbado”, continua López de Mántaras na sua intervenção, no decorrer da exposição do décimo primeiro livro da coleção OpenMind do BBVA, intitulado ” Para uma nova Ilustração?

Uma década transcendente”. Nele, o pesquisador é responsável pelo um dos 20 autores que se conseguem consultar de graça online. Continua sua definição: “Este tipo de sistemas adquirem competências bastante complexas que nos executam imaginar que, se eles podem fazer coisas tão difíceis, são capazes de fazer coisas que pra nós são fáceis ou inatas.

  • Bruce Wilcox
  • 5 estende até hoje Night
  • O real Madrid, favorito no clássico, no fim de contas
  • 1930-1960: Calculadoras de mesa[editar]

você Pode fazer testes mais do que os próprios médicos, mas não domina o que é a saúde nem sequer a medicina nem os conceitos básicos por trás do que faz, por super bem que o faça”. Mas, na sua opinião, coisas como o contato físico com o paciente, a tarefa de seguir o doente, ou da empatia humana serão insubstituíveis.

Mas ressalta como ambas as inteligências se reforçam uma à outra: “O binômio homem-máquina é melhor do que os resultados de ambos separadamente, sem sombra de dúvida”. Tecnologia e humanidade se acrescentam. López de Mántaras, foi acompanhado no palco da Casa do Leitor do Matadouro, em Madrid, o especialista no desenvolvimento e aplicação da tecnologia de edição genética CRISPR, Samuel H. Sternberg (Universidade de Columbia).

“Hoje, os cientistas conseguem usar CRISPR para manipular o genoma de maneiras somente imagináveis antes: retificar mutações genéticas, diminuir sequências patogénicas de DNA, integrar genes terapêuticos, ativar ou desativar genes e mais. Ao inverso das tecnologias que a precederam, CRISPR foi democratizado a engenharia genética pelo motivo de é descomplicado de utilizar e barato”, explica Sternberg, que também auxilia com um postagem em uma obra coletiva. Tão barato que hoje existem kits de CRISPR por só sessenta euros que permitem aos estudantes de biologia usar essa técnica.

Embora, aparentemente, o poder é estruturado sob um sistema verdadeiramente, na prática, durante mais de cinqüenta anos, o presidente foi eleito em eleições com um candidato só. O egito bem como eleições parlamentares multipartidárias de forma regular. Nas eleições de vinte e oito de novembro de 2010, Hosni Mubarak voltou a arrasar no primeiro turno eleitoral, deixando de fora a irmandade muçulmana, principal grupo de oposição islamista.

porém, parece evidente que houve imensas irregularidades na votação. Assim o queixaram-se de inúmeros meios de imprensa e agências internacionais. Em junho de 2012, houve eleições presidenciais na primeira vez desde a deposição de Mubarak. Por ocasião das Eleições presidenciais do Egito de 2014 e dado o amplo apoio popular com que contava, Abdelfatah Al-Sisi, demitiu-se de todos os seus cargos militares e apresentou-se como candidato. A Comissão Eleitoral egípcia anunciou, em abril, que O Sisi conseguiu assinalar 188 930 assinaturas válidas para a tua participação, sendo que apenas vinte e cinco 000 necessárias).

Seu único rival, que conseguiu passar o mínimo foi o esquerdista Hamdin Sabahi, líder do partido Corrente Popular, tendo alcançado trinta e um 555 garantias. O egito está achado no extremo nordeste do continente africano, detém costas sobre o mar Mediterrâneo e o mar Vermelho. Limita-se ao oeste com a Líbia, ao sul com o Sudão, ao norte com o mar Mediterrâneo e a leste com o mar Vermelho e Israel.

o México ou o dobro do que Portugal. O clima é desértico na maioria do território, com escassez de chuvas (embora nos últimos anos a umidade aumentou consideravelmente no Cairo), com noites frias e dias muito quentes. No litoral norte, ao longo do delta, tem um clima mediterrânico, com uma média de chuva de dezoito mm.