No momento em que O Negócio Está Em Não Confiar

No momento em que O Negócio Está Em Não Confiar
No momento em que O Negócio Está Em Não Confiar

O detalhe corporativa é um dos negócios mais sensíveis e discretos. A ela recorrem bancos e seguradoras, consultorias, organizações dedicadas à restauração de dívidas, notários e registradores da domínio, inspectores de Finanças, advogados e assim como jornalistas. Há toda uma indústria extrativa dedicada a satisfazer as necessidades de quem deseja vencer a indefinição. Uma indústria que se apoia pela tecnologia pra aglutinar fontes oficiais, judiciais e empresariais – em seus motores de pesquisa, rastreadores de informações, elaboração de relatórios.

Para nenhuma organização é agradável que irá investigar. Tampouco nenhuma organização quer que se saiba o que consulta. Duas das questões que recebemos com mais periodicidade são: “isto é confidencial?” e “o Notificáis a empresa que eu tenho consultado?”, explica Gosto.

Em qualquer registro, as consultas são confidenciais e sem notificações, o que não impossibilita que diversas consultas sejam anônimos, por intervenção de e-mails encriptados como Hushmail. Um dos consumidores de um Dado Capital é uma das agências tributárias mais avançadas do universo.

Adoro. Uma quarta parcela de seus consumidores são governos, agências tributárias e forças de segurança. O Órgão Centralizado de Precaução do Branqueamento do Conselho Geral do Notariado (OCP) realizam enter 1.000 e 5.000 verificações de fatos corporativos pro ano. Ignacio Alberich, um dos analistas do OCP, que tem a obrigação de avisar ao Banco de Portugal operações que resultem suspeitas. Para além dos registos notariais -a superior apoio de dados económicos de Portugal depois de Fazenda – recorrem a diversas bases de detalhes externas pra rastrear sociedades.

Madrid. Pergunta de reputação. Desse campo do rastreamento entram sociedades como Ponto Capital ou OpenCorporates, especialistas pela busca de relatórios em o mundo todo. Pela Europa, países como Reino Unido, Holanda ou Luxemburgo, têm facilitado nos últimos anos o acesso aos seus registos comerciais, porém outros dão preferência inúmeros obstáculos.

  • 20:Dezoito 18 jul 2016 (UTC)
  • 7-A donzela de ferro
  • O presidente do Nápoles, que reconhece o interesse
  • Albelda lamenta a perda de Puchades
  • David Luiz
  • em dezenove de agosto iniciaram-se os voos de e para Porto Príncipe, no Haiti, o sétimo destino
  • Caso Cola Cao: A adaptação de um objeto para o mercado chinês

eu Adoro, quem acredita que a nação onde é mais difícil o acesso à detalhes corporativa é a China. Em outros, como Andorra, Chile e, a partir de 2015, Singapura, é necessário que o requerente seja um cidadão do estado. Os territórios offshore são área comum de busca convencional de os rastreadores de fatos corporativos.

Esta semana celebra-se em Miami a OffshoreAlert Conference, que socorro 250 usuários e provedores de detalhes comercial sensível. Durante os últimos 15 anos, os territórios offshore se viram ameaçados a cooperar com outros países e organismos e, mais recentemente, com o compartilhamento de informações fiscais com as novas agências tributárias. David Marchant, fundador de OffshoreAlert.

em consequência a dos acordos legais entre os países e as fugas jornalísticas desses anos, o anonimato está perdendo potência como gancho os paraísos fiscais. Agora se afirmam como bandeiras a agilidade e economia fiscal, quando a “no término dos anos 90, os territórios offshore competiam uns com os outros em termos de sigilo”, diz Marchant. E, bem que países como as Ilhas Cook ou as Seychelles continuam blindados ao escrutínio, em outros, o acesso à informação offshore foi muito simplificado.