Doença Inflamatória Intestinal

Doença Inflamatória Intestinal
Doença Inflamatória Intestinal

A denominação doença inflamatória intestinal, que é abreviado frequentemente como EII, é utilizada para se mencionar a uma série de problemas que afectam predominantemente o intestino, e que se caracterizam pelo motivo de produzem uma inflamação crônica, que não tende pra cura.

Agrupa várias doenças, mas, essencialmente, a doença de Crohn e a colite ulcerosa. Também, novas pessoas em que não está claro se sofrem de uma ou outra dessas duas, se as diagnosticado colite indeterminada. Dentro de doença inflamatória intestinal, outros autores incluem novas doenças diferentes, porém estas são três as que habitualmente consideramos de fato como porção desse grupo. Tanto a doença de Crohn, como a colite ulcerosa reconheceram-se, de forma relativamente recente, respectivamente nos séculos XIX e primeiro terço do século XX. O conceito de doença inflamatória intestinal é usada desde os anos 1940, por causa de ambas as doenças se assemelham em seus sintomas e são tratados de uma forma parecida.

O primeiro que contou a doença como tal foi o gastroenterologista dos EUA, Qualquer um dos tipos de doença inflamatória intestinal tem alguns sintomas específicos, que se são capazes de consultar as entradas, contudo para as duas são comuns a diarreia, perda de calorias, fragilidade e comprometimento do estado geral.

  • Três Alexandre de Humboldt, o visitante do Parque
  • Uma fatias de pão de sementes com uma colher de chá de margarina orgânica
  • Estradiol, utilizado em imensas terapias com estrógeno
  • O exercício que mais recomendo pra trabalhar esta atividade é
  • Kungam (discussão) 21:Vinte e três vinte e cinco mar 2010 (UTC)
  • Reduz a emoção de fadiga
  • Melhora a sensibilidade à insulina
  • Comae (discussão) 19:00 quatro fev, 2005 (CET)

Na colite ulcerosa, os sintomas mais freqüentes são: diarréia com muco e sangue, febre, agonia de barriga, perda de gordura, fraqueza. Às vezes você tem prisão de ventre. Também dores articulares, pedras nos rins ou vesícula biliar, manchas pela pele e inflamação nos olhos. Em geral, podes-se narrar que, em seu diagnóstico, o mais primordial são os sintomas que o paciente diz.

Em função deles, o médico solicitará uma série de testes que envolvem a observação de fezes e de sangue, um tipo de raio x ou teste de imagem (tomografia, ressonância magnética) e endoscopia. A síndrome do intestino irritável é excluída no momento em que há transformações inflamatórias. A doença celíaca não podes ser excluída com uma observação de sangue ou na carência de atrofia das vilosidades do intestino delgado.

A maioria dos celíacos antes do diagnóstico apresentam anticorpos da doença celíaca negativos e lesões intestinais leves ou moderadas, sem atrofia vellositaria. Uma e outra têm um tratamento farmacológico, contudo em ambas é interessante o apoio pessoal, social e familiar do paciente, assim como uma alimentação adequada. Não há, infelizmente, dietas, nem remédios milagrosos, e não há ninguém que, hoje por hoje, podes conversar seriamente de que essas doenças sejam curável.

As pessoas que estão tomando altas doses de remédios que deprimem o sistema imunitário, como os corticosteróides e immunomodulatory, devem estar cientes de alguns problemas potenciais. Aquelas pessoas que estão sendo tratadas com immunomodulatory necessitam impossibilitar as vacinas produzidas a começar por vírus vivos e os mortos. Quando é administrada uma vacina, esta estimula a elaboração de anticorpos por divisão do sistema imunitário. As transformações pela dieta são capazes de ter um efeito benéfico a respeito de os sintomas da doença, se bem que até a data não foram realizados estudos suficientes e não se demonstrou que consigam cortar a inflamação intestinal.

As duas dietas que demonstraram maior eficiência são a dieta sem glúten e dieta baixa em FODMAP, em combinação com o tratamento farmacológico. Em pessoas com malabsorción importante e acentuada perda de gordura, a suplementação por intermédio de nutrição enteral e parenteral pode ser benéfica. ↑ Baumgart DC, Carding SR (2007). “Inflammatory bowel disease: cause and immunobiology.”. ↑ Baumgart DC, Sandborn WJ (2007). “Inflammatory bowel disease: clinical aspects and established and evolving therapies.”.