Como Uma Revista De Bisbilhotice?

Como Uma Revista De Bisbilhotice?
Como Uma Revista De Bisbilhotice?

Eu, absolutamente abogo na semiprotección. vamos entender! Venho de discussão do postagem Aída Nízar, onde ocorreu um choque entre WP:RE e Wikipedia: Relevância de um postagem. O combate é estabelecido na falta de uma política oficial da Wikipédia a este respeito. Não é de recibo que, prontamente, temos duas orientações políticas pra qualquer coisa tão respeitável como é a relevância enciclopédica de um post. Deve ser uma política bem desenhada, isto é, clara e de fácil aplicação.

Deve-se diferençar entre o que é significativo enciclopédicamente e o que não. Você tem que estar baseada em critérios enciclopédico. Deve-se diferenciar entre os diferentes campos, uma vez que não desejamos requerer o mesmo pra Biografias que, pra Onde, a título de exemplo. Me parece muito urgente. Estamos sendo o conteúdo de um monte de web sites, e mostra como pode ser visto aqui. 1. Se não me engano, este post imediatamente passou há muito tempo pelo procedimento habilitado pela Wikipédia para decidir a exclusão ou não de posts; se decidiu que não. Há dois dias, se deu por criticar a existência do mesmo artigo pela Wikipédia e, depois de uma pequena conversa sobre isto, se você vem nesse lugar provocar um debate a respeito do conteúdo da importância enciclopédica.

  • Um Expansão dos EUA
  • Usuário que reporta: — KveD || (mensagens) 00:Dezesseis vinte e sete oct 2007 (CEST)
  • noventa Re:Artigos duplicados
  • amizade
  • Kenneth Kendall
  • três Acções a começar por 2010

2. Nem um único ponto de aqueles que você assinalar como claros têm mais peso mínimo de história; são todos lugares-comuns, generalizações vagas e imprecisas, que não justificam, em absoluto, a abertura nesse tema no café. Há problemas pra interpretar o que a Wikipédia não é, ou o que é, e não enciclopédico.

Não se passa nada, visto que se discutam os defeitos que temos experimentado, e que se organizem alguns critérios. Talvez Wikipédia tenha a vocação de ter tantos postagens como sujeitos e objetos particulares, tenham passado na realidade ou pela imaginação Como a elaboração é aberta, e depende da disponibilidade e interesse dos editores voluntários, não é possível iniciar uma prioridade.

Eu posto umas notas na discussão de Aída Nízar, cuja popularidade parece-me um item industrial. Já há livros sobre o assunto como vender com a auxílio do Google, eu acho que eu vou estabelecer um a respeito como vender com a assistência da Wikipédia. Temos um defeito, quando se esquece que os artigos têm que ser enciclopédico, e que a vontade de completude não podes auxiliar para camuflar os anúncios.

Não há, no post de Aída Nízar nem ao menos uma única fonte respeitável: não são as que participam no mesmo círculo de favores mútuos em que se baseia a indústria da bisbilhotice e o reality show, a telebasura.

Não são fontes que atestem a enciclopedicidad (irá palabrita) os artigos que apresentam o protagonista como desprezível e irrelevante, nem sequer os que vivem do mesmo negócio de popularidade fabricada. Nem automaticamente IMDB! Assim, se você tem 5 referências agora está demonstrada a sua importância como

Que tal cinco menções no Boletim Oficial do Estado por falta de pagamento de impostos ou multas? Mas se fizermos uma busca no Google nos tranquilizaremos, por causa de, na verdade, é um protagonista ilustre, e se não dizei-me como se explica que tenha o

e na terceira posição! Se uma pessoa quiser cooperar comigo no Manual pra ganhar dinheiro com a Wikipédia, que eu o fale. 3.Oito Clubes de futebol que nunca tenham jogado pela primeira divisão, ou o tenham feito há muito tempo e durante um estágio muito curto (Ex: Boca Juniors de Cali) Nota:Para países com ligas não tão reconhecidas. Eu agora disse que não critico que se inclua a nenhum jogador. Segundo a minha conta, há 6.500 milhões de seres humanos vivos que ainda não tem post pela Wikipédia, e deve ter outros tantos mortos.